19 de mar de 2009

Ponte Vecchio - Firenze


A característica dessa cidade está presente nos diferentes tipos de mármore que você pode visualizar nas igrejas e construções. Firenze é conhecida como o “berço do Renascimento” por seus monumentos, igrejas e edifícios. O local mais conhecido e a jóia da arte arquitetônica de Firenze é a cúpula da catedral da cidade, Santa Maria del Fiore, conhecido como o Duomo. A magnífica cúpula foi construída por Filippo Brunelleschi. A vizinha Campanile (parcialmente desenhado por Giotto) e o prédio do Baptistério também são destaques. A cúpula, 600 anos após a sua conclusão, ainda é a maior cúpula construída em tijolo e argamassa em todo o mundo.Em 1982, o centro histórico de Firenze foi declarada como Patrimônio Mundial pela UNESCO pela importância do seu patrimônio cultural. O centro da cidade é formado por muralhas medievais que foram construídos no século 14 para defender a cidade depois que se tornou famosa e importante por seu crescimento econômico.No coração da cidade na Piazza della Signoria está a Fonte de Neptuno (1563-1565), que é uma obra prima de Bartolomeo Ammanati, escultura em mármore, no terminal de um aqueduto romano ainda funcionamento.O rio Arno, que corta a parte velha da cidade, é uma personagem na história florentina tanto quanto muitas das pessoas que viviam ali. Historicamente, os locais tiveram uma relação amor-ódio com o Arno - que alternava entre nutrir a cidade com comércio e destruí-lo por inundação.Uma das pontes em particular destaca-se como sendo única - A Ponte Vecchio, cuja característica mais evidente é o grande número de lojas e ter sua base sustentada por palafitas. A ponte também possui o corredor elevado Vasari’s, que liga o Uffizi a residência de Medici(Palazzo Pitti). Embora a ponte original tenha sido construída pelos etruscos, a ponte atual foi reconstruída no século 14. É a única ponte da cidade que sobreviveu a II Guerra Mundial intacta.Em 1504, o David de Michelangelo foi instalado na frente do Palazzo della Signoria (também conhecido como Palazzo Vecchio), hoje substituida por uma réplica com as mesmas características da original.

Nenhum comentário: