19 de mar de 2009

Roma

No ano 19 a.C., supostamente ajudados por uma virgem, técnicos romanos localizaram uma fonte de água pura a pouco mais de 22 quilômetros da cidade (cena representada em escultura na própria fonte, atualmente). Essa fonte situava-se no cruzamento de três estradas (tre vie), marcando o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma . A água desta fonte foi levada pelo menor aqueduto de Roma, diretamente para os banheiros de Marcus Vipsanius Agrippa e serviu a cidade por mais de 400 anos. Em 1629, o Papa Urbano VIII achou que a velha fonte era pouco dramática e encomendou a Bernini alguns desenhos, mas quando o Papa faleceu o projeto foi abandonado. Ainda que o projeto de Bernini tivesse sido abandonado nota-se sua última contribuição no reposicionamento da fonte para o outro lado da praça a fim de que esta ficasse defronte ao Palácio do Quirinal (assim o Papa poderia vê-la e admirá-la de sua janela).

Nenhum comentário: