17 de jul de 2010

Innsbruck - Áustria



Lugar estratégico de passagem entre os Alpes e de conexão entre o Norte e o Sul da Europa, Innsbruck foi fundada como colónia romana sob o nome de Veldidena, transformando-se numa rota de importância estratégica para o império. Os bávaros chegam ao vale do rio durante o século VI e, pouco depois, a região torna-se parte do seu ducado hereditário. Mas o imperador alemão nega-lhes o controlo desta região e entrega-o aos bispos de Brixen e aos condes de Andechs, até que, em 1363, é totalmente anexada pela Casa dos Habsburgo. Innsbruck - é a ponte (brücke) sobre o rio Inn que lhe dá o nome - torna-se capital do Tirol em 1429 e entre os séculos XV e XVI vive os seus anos de glória, ganhando importância financeira, cultural e administrativa sob a batuta do imperador Maximiliano I. Em 1665, a linha tirolesa dos Habsburgo acaba, apesar de a imperatriz Maria Teresa ter ajudado a cidade a manter o seu esplendor aristocrático. Ao passear pelas ruas do centro vai encontrar várias lojas cuja fachada exibe letreiros de ferro forjado, onde, além do nome da loja, pode ver representado o ofício do proprietário ou os artigos que se podem adquirir. Era assim que as pessoas que não sabiam ler podiam encontrar o que procuravam sem ter que entrar nos estabelecimentos. Hoje em dia, a maioria das lojas e letreiros são novos, mas a tradição se mantém.

Nenhum comentário: