1 de abr de 2012

Antiquários pelas ruas em Taormina -It



Encravada na encosta do Monte Tauro, a 200 metros do nível do mar, na província de Messina, Taormina mistura igrejinhas, casinhas coloridas e floridas, antiquários, butiques, lojas de arte, cafés, restaurantes charmosos, praias próximas e história. É più bella. Fundada em 358 a.C., foi colonizada por gregos, romanos, bizantinos e árabes. Dos primeiros, ela ostenta o Teatro Grego, do século 3 a.C., cartão-postal da cidade e usado até hoje para óperas e shows, com capacidade para 5 mil pessoas. O problema é que assistir a um espetáculo ali é lutar contra a tentação de ficar admirando só a paisagem. Taormina é simples e pode ser percorrida em um dia. Basta caminhar 20 minutos, em passos rápidos, pela Corso Humberto I, a via pulsante do centro antigo. Mas esqueça a pressa. Taormina é para ser sorvida em pequenas doses. Por isso, deixe-se envolver pelo clima que inspirou escritores e artistas como D.H. Lawrence, Goethe, Nietzsche, Oscar Wilde, Coppola, Fellini e Liz Taylor e embrenhe-se pelas escadinhas que saem da rua. Vai encontrar cantinas com música italiana ao vivo, lojinhas de arte e até o Parque Duca di Cesaro, na Villa Comunale, criado no fim do século 19 por lady Florence Trevelyn, uma observadora de pássaros. Pano de fundo para as melhores fotos em Taormina, o Etna está sempre no campo visual a 59 quilômetros, que é irresistível não dar um pulinho até o vulcão mais alto e mais ativo da Europa. São 45 minutos de carro. A sensação é de subir até ele e de ter feito uma viagem espacial: é como pisar na Lua. Nos locais de atividade mais recentes, não há nada a não ser massa negra, que se despedaça em pó fino à medida em que é pisada. O ponto mais alto do Etna tem 3.350 metros porisso sempre muito frio - no inverno é possível esquiar nessa área. A visita ao cume ativo é feita com guias de guias e autorização do Parque Nacional. O Étna tem cerca de 700 cones secundários. O ponto de partida fica a 1.900 metros, num complexo ao sul do Monte, onde está a Cratera Silvestri, inativa. Dali é possível avançar mais 600 metros sobre o vulcão de teleférico ou subir a pé num percurso de duas horas, enfrentando um vento fortíssimo. A 2.500 metros só há rocha e pó. Ônibus e jipes levam a 2.920 metros de onde se pode mirar a Torre do Filósofo. A esta altura somente o negro do magma e o branco das nuvens que se movimentam a grande velocidade. O cenario muda em segundos e leva a introspecção. Impossíivel não pensar na grandeza do universo e na pequenez do ser humano.

Nenhum comentário: