18 de abr de 2009

Rio Piracicaba - Piracicaba -SP- Brasil



O nome da cidade vem do tupi-guarani, significado "lugar onde o peixe pára". É uma referência às grandiosas quedas do rio Piracicaba que bloqueiam a piracema dos peixes. O vale do rio Piracicaba começa a ser ocupado durante o século XVII, quando alguns colonos adentram a floresta e começam a ocupar as terras ao redor do Rio Piracicaba praticando a agricultura de subsistência e exploração vegetal. Em 1776 a Capitania de São Paulo decide fundar uma povoação na região, que serviria de apoio a navegação das embarcações que desceriam o rio Tietê em direção ao rio Paraná e também daria retaguarda ao forte de Iguatemi, localizado na divisa com o futuro Paraguai. A povoação deveria ser fundada na foz do rio Piracicaba com o Tietê, nas proximidades da atual cidade de Santa Maria da Serra, mas o Capitão Antônio Correa Barbosa, incumbido de tal missão, decide-se por um ponto localizado a 90 quilômetros da foz do Piracicaba, lugar já ocupado por alguns posseiros e com melhor acesso a outras vilas da região, notadamente Itu. A incipiente povoação de Piracicaba é fundada em 1º de Agosto de 1767, na margem esquerda do rio, localizado aproximadamente aonde hoje se situa o Engenho Central e partes da Vila Rezende.

Engenho Central - Piracicaba - SP - Brasil



Em 1881, às margens do rio Piracicaba, é fundado o Engenho Central de Piracicaba, que viria a se tornar o maior engenho de açúcar do Brasil nos próximos anos. A cidade começa a substituir o trabalho escravo pelos imigrantes assalariados: Piracicaba recebe importantes contingentes de portugueses, italianos e sírio-libanêses.

Engenho Central - Piracicaba - SP - Brasil






















O engenho fica localizado às margens do rio Piracicaba tornando o local ainda mais maravilhoso. Foi desativado em 1974, tombado como patrimônio histórico e desapropriado pela Prefeitura para transforma-lo em importante espaço cultural, artístico e recreativo. Tem uma área verde de 80 mil metros quadrados e é neste local que é encenada anualmente o espetáculo a céu aberto: “A Paixão de Cristo”.

Cachoeira Cassarova - Brotas - SP - Brasil






















A cidade de Brotas está localizada no centro do Estado de São Paulo. Mais de 80% do seu território está integrado à Bacia do Rio Jacaré-Pepira , além de pertencer a APA (Área de Proteção Ambiental) de Corumbataí. Uma de suas características mais marcantes é seu relevo montanhoso, que recebe o nome de "Cuestas Basálticas", responsável pela grande quantidade de cachoeiras no local. Brotas pode ser considerada uma das capitais do ecoturismo do estado de São Paulo, devido às diversas opções de atividades ligadas ao esporte de aventura que oferece. Com 70 m de altura, esta cachoeira permite a prática do canyoning para o nível básico. O primeiro rapel é de 15 m seguido de uma mini-tirolesa. A cachoeira encontra-se na Fazenda Cassarova.

Cachoeira dos quatis - Brotas - SP - Brasil






















Apesar de historicamente ter seu desenvolvimento econômico baseado no cultivo do café, Brotas é conhecida internacionalmente por ter se especializado no turismo de aventura, sendo palco para a prática dos mais diversos esportes de aventura, como o rafting e a canoagem, aproveitando o potencial do rio Jacaré Pepira. Atualmente a economia do município baseia-se na agropecuária, principalmente no cultivo de cana-de-açúcar e laranja, apesar da crescente importância do turismo de aventura. Visite também a Cachoeira dos Quatis. O acesso é pela fazenda Cassorova, com trilha íngrime e 40 min. de caminhada. Possui queda de água com 40 m. formando uma bela piscina natural e boa para a prática do arvorismo, canyoning e trilha. Uma bela experiência é entrar pela piscina e chegar até debaixo da queda - uma ducha ali é
indescritível.