25 de out de 2011

Caracoles - Rota Mendoza - Argentina/Santiago - Chile




Num percurso sinuoso com 17 curvas acentuadas, movimentado e pouco sinalizado, a estrada que adentra o Chile aproximadamente 30 km, desde a Aduana, segue por um desnível de 670 metros através dos "Caracoles"- uma considerável obra na qual a ousadia humana controla a geografia. A encosta da Cordilheira vista por este ângulo é mais abrupta, mais rochosa, mais achocolatada. Finda a descida, a estrada passa a acompanhar o vale do Rio Aconcágua até Los Andes, de onde se ramifica e leva o viajante à área metropolitana de Santiago ou a Valparaíso/Viña del Mar. Vista desde baixo, a parede abrupta da Cordilheira dos Andes ao mesmo tempo assusta e convida. De fato, se impõe. Afinal, que somos ante sua grandiosidade? No inverno, a concentração de neve e as fortes pendentes garantem a Portillo (situado no topo dos Caracoles, a 2855m de altitude e a 152km de Santiago) manter as boas condições das pistas de esqui, consideradas as melhores, as internacionais, da região.


Visualizar Região de Mendoza em um mapa maior

7 de out de 2011

Ponte del Inca - Las Heras - Argentina



Este lugar de incomparável beleza está localizado no departamneto de Las Heras e é considerado uma geoforma única no mundo. Devido às suas características particulares, não tardará muito tempo em ser designado como patrimônio da humanidade. É uma ponte natural formada por minerais e microorganismos biológicos como algas, e que se encontra sobre o rio Cuevas. Leva o nome de Puente del Inca, porque era utilizado pelos Incas antes da conquista da América. Acredita-se que milhares de anos atrás se formou uma ponte de gelo e que, após algumas avalanches, as fontes termais e o tempo solidificaram a "construção".
A sobrevivência deste monumento depende do equilíbrio entre o depósito permanente das fontes termais e dos componentes biominerais (os quais dão a cor avermelhada à ponte). "A famosa "ponte" de pedra, verdadeiro prodígio da natureza, levou o nome "do Inca" porque supõe-se que era conhecida e freqüentada por esta cultura para tirar proveito das águas com propriedades curativas. Debaixo desta ponte, existem numerosos declives naturais de onde águas térmicas surgem carregando diversos tipos de minerais (calcário, bicarbonatos, clorosulfatos, etc.) a temperaturas que aquece as termas. As águas das fontes oscilam entre os 34 e 38 graus e são recomendadas para sistema nervoso, reumatismos, grávidez, terapias para anêmias, raquítismos e artríte. Existe uma construção, antigo hotel, ao lado e debaixo da ponte e no seu interior pequenas piscinas para onde as águas são levadas. É curioso o fato de que qualquer objeto que fique imerso por alguns dias nessas águas adquire dureza pela impregnação de minerais e sais que lhe dão um aspecto de petrificação.

5 de out de 2011

Bairro Yungay - Santiago do Chile

"Altivo e imponente se encuentra en el cruce de las calles Compañía con Libertad el Boulevard Lavaud. Orgulloso de la historia y arquitectura que lo sustenta y que lo ha transformado en parte del Patrimonio Cultural de Santiago."

O bairro Yungay é maravilhoso e não deve deixar de ser visitado. Suas casas e casarões antigos refletem a Santiago de outrora muito mais que o Bairro Bella Vista, que por seu glamour se tornou o ponto e referência turística de Santiago. Para se perceber um pouco mais como era a aristocracia no Chile não só o centro deve ser visitado. Interessante perceber as inúmeras casas abandonadas que existem no bairro marcadas pelos últimos terremotos da região. Restaurantes pitorescos estão espalhados e escondidinhos entre os prédios. Vale muito o caminhar por aquelas ruas. Meu enorme agradecimento a amiga TAMARA,do Hostel Santiago BackPackers, que me deu as deixas.