18 de fev de 2012

Exposição fotográfica - Colégio Progresso - Campinas



" O COTIDIANO QUE NÃO SE VÊ "


Uma imagem só tem sentido pela sensação que causa. A sensação só tem sentido se faz refletir. A reflexão só faz sentido se provoca mudanças. A mudança só faz sentido se nos mostra o cotidiano por um outro prisma.


betho feliciano

Minhas preferências nos brancos























Os deliciosos e elegantes brancos de Amayna receberam novamente ótimas notas de Jancis Robinson, que os avaliou recentemente. O Amayna Sauvignon Blanc 2006 mereceu 17+ pontos da jornalista, para quem é "focado, mineral e cítrico, muito intenso, poderoso mas fresco". Sua versão fermentada em barricas, o Amayna Barrel Fermented Sauvignon Blanc 2005 recebeu excelentes 18 pontos, sendo "muito perfumado, defumado e complexo, cremoso e rico, muito bom". O Amayna Chardonnay 2004 também recebeu 17 pontos, sendo "rico e denso, cítrico, com um carvalho francês adoravelmente límpido mas não dominante. Concentrado e com boa mineralidade". A vinícola já foi chamada de "a mais excitante vinícola do Chile" pela Decanter e, segundo Parker, produz "inegavelmente os mais finos Sauvignon Blanc que já surgiram na América do Sul. Uma excitante descoberta no Chile que produz os que talvez sejam os melhores vinhos brancos chilenos que já provei". Os deliciosos e elegantes brancos de Amayna receberam novamente ótimas notas de Jancis Robinson, que os avaliou recentemente. O Amayna Sauvignon Blanc 2006 mereceu 17+ pontos da jornalista, para quem é "focado, mineral e cítrico, muito intenso, poderoso mas fresco". Sua versão fermentada em barricas, o Amayna Barrel Fermented Sauvignon Blanc 2005 recebeu excelentes 18 pontos, sendo "muito perfumado, defumado e complexo, cremoso e rico, muito bom". O Amayna Chardonnay 2004 também recebeu 17 pontos, sendo rico e denso, cítrico, com um carvalho francês adoravelmente límpido mas não dominante. Concentrado e com boa mineralidade". A vinícola já foi chamada de "a mais excitante vinícola do Chile" pela Decanter e, segundo Parker, produz "inegavelmente os mais finos Sauvignon Blanc que já surgiram na América do Sul. Uma excitante descoberta no Chile que produz os que talvez sejam os melhores vinhos brancos chilenos.

Prelúdio - para não me esquecer deste vinho.























Os vinhos de guarda Preludio compõe uma seleção especial de barricas. Na vinha, são poucos os cachos que se desenvolverão para este vinho. A colheita é manual, com rigorosa seleção grão por grão. Maceração por mais de 3 semanas, permitindo a concentração de aromas, sabores de fruta, especiarias e flores. Afinamento em barricas localizadas em caves subterrâneas, construídas de pedras em 1830, onde desenvolvem-se ótimas condições de temperatura e umidade. Garantia de uma perfeita evolução do vinho. A cada 6 meses selecionam-se as melhores barricas, capazes de continuar o processo de criaza cada vez mais exigente no vinho. Com este processo, partindo cada ano com 600 barricas, se conclui a crianza ao final de 24 a 30 meses com menos de 200 barricas. A seguir se segue a parte do Assemblage, onde se determinam as proporções finais sobre uma base de Tannat, uva predominante neste vinho. Tradicionalmente, o vinho Preludio é elaborado com 5 variedades. Para esta safra: 40% Tannat, 24% Cabernet Sauvignon, 20% Cabernet Franc, 12% Merlot, 2% Petit Verdot e 2% Marselan. Seguindo os métodos mais tradicionais, o Preludio é engarrafado sem filtragem, em garrafas escuras e com rolhas de cortiça especiais para a continuidade do processo de maturação nas caves subterrâneas, em estibas individuais. O resultado é um vinho que evolui muito bem durante 5 a 15 anos seguintes ao da colheita. Cor: Púrpura vicaz com tons violáceos, alta concentração que se manifesta pelas lágrimas elegantes e persistentes que se formam na borda da taça. Possui grande variedade de aromas complexos, com notas de figos secos, frutas vermelhas maduras e baunilha. Na boca possui acidez e taninos redondos, frutas silvestres maduras. Servir entre 18 – 20 º C. Recomenda-se decantar 30 minutos antes de servir.