28 de mar de 2010

Ponte de Ferro ou Benjamin Constant - Manaus AM




Inaugurada no final do século 19, a ponte Benjamin Constant encontrava-se, nos últimos anos, em estado lastimável, agravado com a descaracterização causada pela ocupação de centenas de famílias que moravam debaixo dela. Corrosão, ferrugem e estrutura metálica prestes a desabar levaram a Prefeitura de Manaus a interditar a ponte para pedestres e veículos no primeiro semestre de 2005. Dois anos depois, o Governo do Estado assumiu a reforma. As casas que se amontoavam embaixo da ponte, perto de mil, foram demolidas e as famílias retiradas e transferidas para conjuntos construídos ou indenizadas. A estrutura precisou receber reforço por causa do retorno do sistema viário. Também foram descobertos problemas estruturais que só durante a execução foi possível verificar, inclusive riscos de desabamento. Priorizou-se os trabalhos para aumentar a segurança mas cuidando para que não houvesse alteração nas formas originais. Depois de três anos interditada devido a graves danos em sua estrutura, a Ponte Benjamin Constant, no bairro Cachoeirinha, Zona Sul, reabriu para pedestres e veículos.

Urbanização Parque das Palafitas - Manaus AM

Hotel na Selva - Manaus AM

Palafitas - Manaus AM

11 de mar de 2010

Meditando ao sol da tarde em praia no RECIFE PE

Gruta das Encantadas - Ilha do Mel PR








Um agradecimento a Deus e a minha menina por ter me dado tao amigos, filhos e maravilhosos parceiros de viagens e de vida!!!!

Morro de Sao Paulo - Bahia

1 de mar de 2010

Ponte Hercilio Luz - Floripa







Uma das maiores pontes pênseis do mundo teve sua construção iniciada em 14 de novembro de 1922 e foi inaugurada a 13 de maio de 1926. A ponte foi projetada e construída durante o governo de Hercílio Luz. O idealizador não viu seu sonho ser concluído, pois morreu em 1924, doze dias depois de inaugurar uma ponte pênsil de madeira, construída na Praça XV especialmente para o ato simbólico. O projeto é de autoria dos engenheiros norte-americanos Robinson e Steinmann e todo o material nela empregado foi trazido dos Estados Unidos, tendo sido construída por equipe composta de dezenove técnicos especializados norte-americanos e operários catarinenses.
A inauguração da ponte Hercílio Luz, numa tarde chuvosa de maio de 1926, acabou com um antigo sofrimento dos 40 mil habitantes de Florianópolis: depender de balsas para atravessar da Ilha ao Continente ou vice-versa. Monopolizado, o serviço era tão ruim que sequer oferecia cobertura para proteger os passageiros do sol ou da chuva. Por este motivo o nome da obra seria Ponte da Independência, o qual foi mudado após a morte de seu idealizador. Desde que foi fechada, em 1982, por medida de segurança, a Ponte Hercílio serviu apenas de cartão postal, como ponto de referência e para embelezamento da cidade. O pesadelo do desabamento tornou-se constante na vida das pessoas. Esse temor, entretanto, foi eliminado justamente no dia em que a ponte completou 71 anos de idade. A obra clássica da engenharia internacional foi tombada como patrimônio histórico e artístico. O mirante situado à cabeceira insular proporciona uma das mais belas vistas panorâmicas do centro da Cidade. Na área também estão situados o Museu da Ponte (atualmente desativado) e o Parque da Luz.